PM registra dois casos de ameaça em Toledo

Nesta segunda-feira (14), dois casos de ameaça foram registrados em Toledo, sendo o primeiro, por volta das 11h00, onde a solicitante e vítima, ligou na central 190, informando que dois rapazes menores, estariam na frente de sua residência, de posse de uma arma de fogo, fazendo ameaças contra a solicitante e contra sua filha. A central de operações acionou a equipe policial que deslocou para a Rua Pitanga. Chegando ao local populares indicaram dois jovens que estavam evadido-se com uma bicicleta. A equipe abordou-os na Rua das Laranjeiras com Rua do Cedro, sendo que um dos menores continuou em fuga e adentrou em uma residência na Rua do Cedro. Em busca pessoal do menor de 14 anos de idade, foi localizado na sua cintura, um simulacro de arma de fogo, tipo pistola, cor preta, marca super air gun. A equipe fez contato com o responsável pela residência que o outro menor havia adentrada, o senhor que identificou-se como sendo avô do menor, este identificado com de 12 anos de idade. Esteve junto à equipe a solicitante/vitima, senhora de 60 anos de idade relatando os fatos das ameaças, que os menores teriam dito: “vamos matar todos vocês”; “não temos medo de ninguém” e demonstrou interesse em representação. Diante dos fatos os menores foram apreendidos e conduzidos à 20ª SDP.

Já o segundo caso, foi por volta das 13h10, onde o solicitante e vítima, umsenhor de 36 anos de idade ligou na central 190 informando que receberia ameaças via sistema whatsapp da pessoa de 54 anos de idade, motivadas por desacerto comercial e que no dia de hoje teriam acertado encontrar-se para tratar do assunto e temendo por sua integridade física solicitou apoio da polícia. A central de operações acionou a equipe policial que deslocou para a Rua Garibaldi, cruzamento com a Avenida Maripá. No local fez contato com o solicitante e vítima que relatou à equipe que o autor teria dito por mensagem “vou quebrar sua pernas”, “arrancar seu coro”, “arrancar todos os dentes de sua boca”. No local a equipe fez contato com o autor este relatou à equipe que teria um desacordo comercial com o solicitante, que teria deixado algumas gaiolas de passarinho para o solicitante lavar, e que este sumiu com as mesmas e que teria feito contato com o solicitante que teria dito que nunca teve posto de lavagem, mas que depois assumiu que tinha o posto de lavagem e queria resolver sobre as gaiolas que haviam ficado no local após a venda do estabelecimento comercial. Diante dos fatos ambos deslocaram por meios próprios ao 19º BPM para lavratura de Tcip por ameaça.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply