Mulher descobre traição do marido, tenta conversar com ele e acaba agredida em Jesuítas

Neste domingo (06), por volta das 00h10, uma equipe da PM de Jesuítas,  foi acionada, onde uma mulher se identificou como advogada e sua cliente mandou mensagem para a mesma pedindo ajuda pois seu marido havia lhe agredido. Ao chegar ao local, foi tentado contato, chamado, viatura com Giroflex parado na frente da residência, chamado pelo nome, porém todas luzes apagadas e portão trancado. Assim esta equipe não sendo atendida e não tendo acesso à residência, tampouco indícios de que alguém estaria na residência, permaneceu ali por aproximadamente cinco minutos, tentado algum contato. A equipe realizou patrulhamento pelo bairro quando novamente a advogada ligou para a equipe Policial Militar de plantão, relatando que ela havia mandado foto de um hematoma, “galo” na região da testa. Equipe estando próximo, retornou ao local, conseguindo a abertura do portão e indo ate a porta dos mesmos, os mesmos atenderam a equipe, sendo que a mulher relatou que estava tudo bem que não havia acontecido nada, estando a mesma de olhos vermelhos e inchados, sinais que momento antes estava chorando.

Solicitado que a mesma se afastasse de seu marido e conversasse com a equipe de forma separada, então perguntado a ela o que aconteceu, informou ela que a mesma descobriu que ele a traiu e por gostar muito dele foi somente orientar ele para não fazer mais, porém ele se alterou o com socos e chutes vindo a atingi-la, onde segundo ela, fez por deixar o hematoma “galo” em sua testa. Relata ela que gosta dele e que também pensa na bebe que possui junto com o mesmo e relata que não tem ninguém que passa ajuda – lá.

Sem mais, autor foi encaminhado ao Destacamento Policial de Jesuítas para confecção do Boletim de ocorrência. Vítima encaminhada ao hospital de Jesuítas para confecção do Laudo de Lesão Corporal, assim entrado em contato com a Delegada da Comarca, que orientou que qualificasse ambos no Boletim de Ocorrência, encaminhasse ele a delegacia de Formosa do Oeste e que realizaria a oitiva dela posteriormente.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply