Bispo da diocese de Toledo fala sobre suspensão de celebrações na região

Toledo – Nesta tarde de quinta-feira (19), o bispo da Diocese de Toledo, Dom João Carlos Seneme, deu uma entrevista para a Revista Cristo Rei, onde fez orientações aos cristãos católicos, orientações estas que seguem para toda região de abrangência da Diocese.

A vida de cada um é o bem mais importante que temos. Precisamos defendê-la com muito empenho e responsabilidade. A pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) tem aumentado e nos obriga a tomar novas atitudes e medidas para nos prevenir da doença. Seguindo as orientações das autoridades competentes, faço as seguintes determinações:

1) A partir do dia 20 de março até o dia 4 de abril ficam suspensas as seguintes atividades:

• As reuniões, encontros, festas, escolas de formação paroquiais e diocesanas, grupos de orações de todas as pastorais e movimentos;

• Os mutirões de confissões para a Páscoa nas paróquias e capelas. Pede-se vivamente que os sacerdotes se coloquem à disposição de todos os que buscam o Sacramento da Reconciliação nas salas de atendimento das paróquias e capelas através de horários especiais;

• Os encontros de catequese (crianças, jovens e adultos).

2) Pedimos que os idosos, doentes e pessoas do grupo de risco permanecem em suas casas e, por isso, estão dispensados da participação das missas semanais. Sejam incentivados a acompanhar as celebrações pelos meios de comunicação, rezem o Santo Rosário e leiam a Palavra de Deus.

Vamos continuar com o atendimento aos fiéis nas secretarias paroquiais e com as celebrações das missas ao mesmo tempo em que incentivamos o cuidado com a higiene pessoal. Em todos os ambientes seja fornecido o acesso ao álcool em gel. Favoreçam o distanciamento adequado entre as pessoas e mantenham o ambiente arejado. Se possível, multiplicar os horários de missa nos fins de semana, evitando aglomerações.

As celebrações sejam realizadas com piedade e devoção, sem procissões e preces dos fiéis. As homilias sejam breves, assim como podem ser suprimidos alguns cantos litúrgicos.

Durante as celebrações eucarísticas: evitem o aperto de mãos na acolhida aos fiéis, não deem as mãos durante a oração do Pai-Nosso; omitam o abraço da paz; distribuam a comunhão somente na mão.

Confiantes em Deus, peçamos ao nosso padroeiro Cristo Rei e a Maria Mãe da Igreja que nos ajudem a assumir esses desafios e a superar esse momento difícil.

Fonte: Revista Cristo Rei

A baixo acompanhe a entrevista com o bispo:

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply