Homem é morto após ser espancado no Jardim Europa em Toledo

Um crime de homicídio foi registrado na noite deste sábado (31), por volta das 19h00 na Rua Presidente Vargas, no Jardim Europa, sendo que o homem foi espancado, além de ter sito atingido por um material.

Os policiais militares ao chegarem no local, encontraram o homem caido em meio a via pública, bastante ferido, coberto de sangue e com um bloco grande de concreto sob seu peito e cabeça, foi de imediato retirado a pedra, o mesmo não apresentava sinais de que estava respirando, foi então acionado apoio da equipe do Corpo de Bombeiros, o qual compareceu ao local e constatou que a vítima não apresentava nenhum tipo de sinal vital, também uma equipe do SAMU foi ao local, sendo que o médico avaliou a vítima e também constatou que não apresentava sinais vitais, relatando que a vítima apresentava ferimentos incompatível com vida.

Diante dos fatos a equipe policial acionou apoio da equipe da Homicídios da Polícia Civil de Toledo, onde deu início as investigações.

O corpo do homem foi identificado com Valdecir de Oliveira, sendo recolhido e encaminhado ao IML.

Após amorte do mesmo, uma equipe da ROTAM em diligências continuadas para apurar autoria do homicídio recebeu denúncias repassadas via 190, que o autor estaria no cruzamento da Rua Eduardo Domaraski com Beijamin Constant. Com base nessas informações a equipe realizou abordagem de um suspeito o qual se demonstrava bastante agitado.

Foi perguntado sobre o homicídio, no primeiro momento respondeu que não sabia do que tinha acontecido, mas diante do nervosismo, foi novamente perguntado sobre o fato. O mesmo fez insinuações que a morte que acabara de acontecer tinha relação com incêndio que resultou na morte de uma moradora do Jardim Europa.

Durante a conversa foi recebido via whatsapp um vídeo onde foi possível identificar o autor do crime. Foi realizada diligências na residência, pois o mesmo no início da abordagem disse que havia tomado banho e já não se encontrava com as roupas que utilizava no momento do vídeo. Já na residência foi encontrado dentro da máquina de lavar roupas o calção e o boné que o autor estava utilizando na gravação. Quando soube do vídeo confessou a equipe que cometeu o homicídio pois segundo o mesmo “estuprador não se cria perto da minha casa, das minhas 4 filhas”.

Foto: Reprodução do vídeo que circulou após o crime
Foto: Reprodução do vídeo que circulou após o crime

Perguntado sobre a motivação, respondeu que ficou sabendo que a senhora do incêndio teria sido estuprada e depois deixada na casa durante o incêndio causado pela vítima do homicídio. Diante disso a equipe deu voz de prisão a Fabio Ribeiro Borges, 22 anos, este tem passagens por furto e receptação, encaminhado para 20ª SDP de Toledo, para serem adotados os procedimentos legais e cabíveis.

Foi informado por que antes do homicídio, o genro da senhora que foi vítima do incêndio utilizou seu carro, Renault Clio, cor escura, em uma tentativa de atropelamento a vítima, porém sem sucesso, acertou o muro de uma casa na esquina da Benjamin Constant com a Eduardo Domaraski, em seguida saiu do veículo e agrediu a vítima, aplicando uma gravata, chamando o mesmo de estuprador e falando que tinha matado sua sogra, nesse momento o autor, que estava em sua residência, foi em direção a vítima do homicídio e começou a agredi-lo.

O vídeo mencionado durante a abordagem, foi feito por um popular, que mostra a agressão contra o homem. O vídeo viralizou nas redes sociais. A Polícia Civil deu início as investigações e segue investigando o caso.

Matéria relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply