Após polêmica sobre “trabalhos espirituais” no cemitério de Assis Chateaubriand, cartaz é colocado no cruzeiro

Através das redes sociais, compartilhamentos em relação a reclamações de familiares que vão vizitar os entes queridos no cemitério Jardim da Paz de Assis Chateaubriand, onde segundo eles, foram encontrados sinais de “trabalhos espirituais”. A situação virou grande repercussão no município, sendo que um cartaz foi colocado na cruz do cruzeiro central, falando sobre “intolerância religiosa”.

Confira a baixo na íntegra, a postagem no Facebook

Essa semana uma polêmica bastante interessante veio a tona… manifestação religiosa e intolerância… o cemitério é o local onde pessoas de todas as crenças são sepultadas e nada mais justo que seus entes, sejam eles católicos, evangélicos, umbandistas, budistas, etc tenham o direito e o respeito de manisfestar seus ritos. INTOLERÂNCIA RELIGIOSA é crime lei n° 9.279/96. Como previsto em lei, a intolerância religiosa caracteriza-se por todo e qualquer ato de desrespeito, desprezo e discriminação acerca de espaços físicos como templos, construções, objetos e seus respectivos praticantes. Sob o artigo 208 deste mesmo código penal, a punição pode ser multa e detenção de um mês a um ano, podendo este período ser triplicado caso houver agravos como violência física, verbal ou segregação e discriminação em ambiente de trabalho. Considerando o cemitério municipal como uma instituição pública, é garantido a este a liberdade de expressão de quaisquer crenças bem como o direito de qualquer pessoa transitar por este.

Pode ser uma imagem de ao ar livre e árvore

Matéria relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply