Bombeiros trabalham há 17 horas para retirar corpo de trabalhador que caiu em silo

Passaram mais de 17 horas os trabalhos de remoção do corpo do trabalhador de 46 anos que caiu dentro de um silo de soja na cooperativa C. Vale de Umuarama. A tragédia aconteceu por volta das 20h de terça-feira (12), na PR-323.

Os colegas de trabalho perceberam que a vítima havia caído e acionaram rapidamente as equipes do Corpo de Bombeiros. Os militares trabalharam durante toda a noite para tentar fazer o resgate, mas infelizmente não conseguiram. O silo está sendo esvaziado.

Os Bombeiros relataram que os colegas conseguiram ver apenas o braço do trabalhador e o restante do corpo estava submerso em meio aos grãos. Nesse momento eles desligaram o maquinário, mas nada puderam fazer. A princípio o nome do trabalhador é “Alex”, mas ainda não foi confirmado.

Os Bombeiros continuam trabalhando para fazer a retirada do corpo.

A empresa se pronunciou por meio de nota:

“A C.Vale informa que está colaborando com as autoridades nos trabalhos de resgate e apuração dos fatos que resultaram na morte do trabalhador em um silo de grãos em Umuarama.

A cooperativa mantém protocolos de segurança para acesso a locais de risco, entre os quais o fornecimento de equipamentos de proteção, e está auxiliando na apuração das condições que resultaram no acidente.

A C.Vale lamenta o ocorrido e informa que reforçará os procedimentos de segurança na unidade bem como prestará auxílio à família do trabalhador”.

Umuarama News/Tarobá News

Matéria relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply