Formatura encerra Ano de Instrução do Tiro de Guerra

Após meses de atividades, o Tiro de Guerra 05-015 de Assis Chateaubriand encerrou o Ano de Instrução 2020 com a formatura dos 41 atiradores matriculados. Em solenidade realizada na manhã desta sexta-feira (27), no pátio do TG, foram entregues divisas aos monitores promovidos a soldados ou a cabos da reserva de 2ª Categoria.

Coordenada pelo 1º Sargento Daniel de Castro, a cerimônia foi cautelosa e contou com a presença do prefeito, João Pegoraro, diretor honorífico do Tiro de Guerra. Para evitar aglomeração, por conta da pandemia da Covid-19, desta vez, não houve participação de familiares e amigos dos jovens.

Durante o evento, foram entregues diplomas ao 1º lugar no Curso de Formação de Cabos, ao Atirador Destaque do Ano, ao Melhor Combatente e ao Atirador Mais Disciplinado.

“Parabéns a todos os atiradores e obrigado ao TG pelos importantes trabalhos desempenhados na comunidade! Também lembro que é preciso que todos mantenham os cuidados preventivos para amenizar a disseminação do novo coronavírus”, discursou o prefeito Pegoraro.

Durante o ano de instrução, iniciado em março, os jovens realizaram atividades teóricas de educação moral e cívica, estado de direito, obrigações e deveres, ações comunitárias, meio ambiente, além de instruções militares. Na prática, foram realizadas atividades de tiro e campo, acampamento com técnicas especiais e marchas de 8 km, 12 km e 16 km. O Tiro de Guerra também colaborou em várias ações do Município, como nas campanhas do agasalho, de combate à dengue e de enfrentamento à Covid, entre outras.

“O ano foi difícil, mas a pandemia nos trouxe muito aprendizado. Diante das incertezas, a nossa mensagem aos monitores foi para que eles continuem enfrentando as dificuldades, seguindo em frente, que sejam líderes no local onde estejam, continuem participando de ações em prol da comunidade e na ajuda ao próximo”, disse o 1º Sargento Castro.

Subordinado ao Ministério da Defesa, o Tiro de Guerra é uma organização militar responsável pela formação de soldados reservistas que, ao completarem 18 anos, são convocados para o Serviço Militar. Ao cumprir o ano de instrução, os jovens recebem o Certificado de Reservista, que, assim como o Certificado de Dispensa, é um documento essencial para todo cidadão brasileiro, sendo obrigatório em inscrições de vestibulares e para efetivar matrículas em instituições de ensino mantidas pelo governo, prestar concursos e assumir funções públicas, assim como para emissão de passaporte.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply