Justiça Eleitoral mantem impugnação de pesquisa eleitoral em sentença e eleva multa para R$ 10.000,00 por dia em caso de descumprimento

Saiu na tarde desta quinta-feira (22), a sentença da juíza eleitoral Fernanda Monteiro Sanches, sobre o pedido de impugnação da pesquisa eleitoral que pretendia fazer em Assis Chateaubriand a empresa Datamedia Soluções e Pesquisas Ltda., apresentado pela Coligação Assis no Rumo Certo.

Na decisão final, a juíza considerou que a pesquisa possui irregularidades insanáveis e não pode ser publicada. “O registro de pesquisa merece ser indeferido, por apresentar irregularidade insanável quanto ao plano amostral, devido ao fato, inclusive admitido pela parte representada, de que foram deixados fora da pesquisa, regiões importantes do Município de Assis Chateaubriand/PR, em especial o Distrito de Bragantina, o que, no resultado final da pesquisa, faz uma diferença fundamental, tornando a pesquisa sem qualquer credibilidade”, julgou.

Doutora Fernanda Monteiro encerra a sentença proibindo em definitivo a divulgação da referida pesquisa. “Ante o exposto, julgo PROCEDENTE a Representação por pesquisa eleitoral irregular, apresentada pela coligação ASSIS NO RUMO CERTO, em face de DATAMEDIA SOLUÇÕES E PESQUISAS LTDA para o fim de MANTER A TUTELA DE URGÊNCIA, inicialmente concedida, a fim de que a pesquisa em discussão continue suspensa de divulgação, em definitivo, em qualquer meio de comunicação social, sob pena de multa no valor de R$ 10.000 (dez mil reais) por dia de descumprimento”.

Policial Web com Cidade Assis Chateaubriand

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply