Construção irregular de valeta no interior de Tupãssi, vira caso de polícia

Por volta das 10h10 , compareceu no destacamento da PM de Tupãssi, uma senhora e passou a relatar que possui uma propriedade no Ramal Jandaia, no município de Tupãssi e que na data de sexta-feira (04), deparou-se com uma valeta em uma parte de sua propriedade, sendo esta de aproximadamente 02 metros de altura.

Em seguida procurou a Prefeitura Municipal para saber quem teria realizado o procedimento, uma vez que não fora comunicada e ainda que não tinha sido solicitada a sua permissão para realizar a valeta, bem como por não haver qualquer necessidade de ser realizada a valeta na propriedade.

Em seguida procurou o vizinho de chácara e este informou que não havia realizado qualquer modificação na terra dela.

Então entrou em contato com o vizinho de baixo de sítio e este disse que havia realizado a modificação na terra e com isso causado os danos com a abertura da valeta na propriedade pois havia água correndo para sua terra.

Segundo relata a noticiante, a mãe dele teria afirmado que foi ele mesmo quem realizou a modificação na terra, e ainda a Prefeitura Municipal ao ser questionada sobre a construção da valeta, disse que não sabia da realização da mesma, não sendo então responsabilidade dos mesmos pois foram realizadas por um particular.

Diante dos fatos, deseja a noticiante realizar o presente boletim de ocorrências afim de que sejam resguardados seus direitos e ainda que seja encaminhado o boletim afim de que se adotem as providencias cabíveis, demonstrando o interesse em representar contra o autor dos fatos.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply