Foragidos trabalhavam na reforma de uma casa no interior de Cascavel

Após a divulgação das imagens pela Polícia Civil do Paraná na quarta-feira (17) dos dois rapazes que estavam em um Kadett na semana passada e que atropelaram uma moto propositadamente, vitimando fatalmente Amanda Prada Amorim, a Delegacia de Homicídios de Cascavel chegou nesta quinta-feira (18) aos foragidos.

Segundo a delegada Raissa de Vargas Scariot, uma denúncia anônima levou até os dois suspeitos que estavam em uma propriedade rural no distrito de Rio do Salto, interior de Cascavel. Segundo a delegada, eles trabalhavam na reforma de uma casa quando receberam voz de prisão. Ambos responderão por homicídio doloso, quando há a intenção de matar.

Eles devem ser ouvidos ainda nesta quinta-feira na DH e serão encaminhados à Cadeia Pública do Depen.

A principal suspeita é que eles tenham atropelado a moto por engano, tentando vitimar outra pessoa. Além de Amanda, a amiga que também estava na moto se feriu e está em recuperação em casa.

Após atropelar as duas, eles ainda arrastaram elas por cerca de 20 metros presas debaixo do veículo. Segundo testemunhas, eles saíram do veículo bebendo cerveja e teriam dito com tranquilidade que essa seria “mais uma bronca para eles responderem”. Ocorre que assim que a polícia se aproximava do local eles fugiram.

Via: Redação/Juliet Manfrin – Foto: Aílton Santos

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply