Delegados da Polícia Federal no Paraná lamentam saída de Moro

Paraná – O Sindicato dos delegados da Polícia Federal no Paraná (SinDPF/PR) emitiu uma nota criticando a exoneração do ex-diretor-geral da PF Maurício Valeixo e a saída do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. A demissão de Valeixo foi citada por Moro como um dos motivos de insatisfação do ex-juiz federal com o governo de Jair Bolsonaro. 

No comunicado, o Sindicato da categoria ainda afirmou que estará “vigilante” com possíveis interferências políticas no trabalho da Polícia Federal. 

Leia a nota na íntegra:

Valeixo foi citado pelo externa a insatisfação com a  exoneração do então Diretor-Geral da Polícia Federal, Delegado de PF  Maurício Valeixo, e a demissão espontânea do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ocorridas  neste dia 24/4/2020.

Além do excelente trabalho desenvolvido por ambos, esta Entidade teme pela continuidade do trabalho da Polícia Federal, bem como repudia qualquer interferência externa nas investigações.

Apesar de deixarem os cargos, esta Entidade da Polícia Federal reconhece o trabalho de excelência que vinham desenvolvendo e deseja muito sucesso nos projetos futuros.

Assim, nesse contexto, seguiremos vigilantes na observação das futuras decisões dos poderes constituídos, sobretudo com a finalidade de impedir qualquer ingerência na nossa Polícia Federal.

Por fim, juntamente com os demais Policiais Federais paranaenses, agradecemos o reconhecido e frutífero  trabalho e desejam sucesso aos mesmos.

Delegado Federal Mikalovski

Presidente do SinDPF/PR

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply