Confirmado pelo HU a morte da criança de Assis por dengue em Cascavel

Cascavel – Após contato com o Hospital Universitário de Cascavel através do jornalismo do Policial Web com Apoio do Grupo Tarobá News, foi confirmado pela unidade hospitalar, a morte do pequeno Matheus de apenas 8 anos por Dengue.

A criança deu entrada no Hospital São Lucas de Assis Chateaubriand por volta das 19h00 desta segunda-feira (20), passando muito mal, onde foi realizado um hemograma e deu reagente para dengue.

O menino teve complicações e por conta disso foi transferido através do SAMU para o Hospital Universitário, na ala infantil para ser tratado, mas, infelizmente nesta manhã de terça-feira (21), não resistiu e faleceu.

A criança estuda no 4º ano de uma escola municipal de Assis e morava na comunidade de Silveirópolis, interior do município.

Está é a segunda morte causada por dengue em menos de uma semana, sendo que a pequena Sarah, não resistiu e também faleceu no mesmo hospital.

O jornalismo do Policial Web tentou contato com o município, mas até o momento não teve respostas sobre a posição.

Ainda ontem, o secretário de saúde Renato Marcon durante uma entrevista falou sobre a situação da dengue no município. “Em contato, praticamente, toda a semana com a Regional de Saúde, não temos uma resposta negativa nem uma previsão exata. Protocolamos esse pedido assim que Assis entrou em epidemia, com mais de 100 casos confirmados. O município não tem autonomia para comprar o inseticida indicado para o trabalho, apenas os órgãos autorizados podem. Não podemos abaixar a guarda. Todas as ações continuam e a população deve nos ajudar”, explica o secretário.

Ainda em uma publicação na rede social do município onde traz a manchete “A Secretaria de Saúde mantém ações de combate à dengue. Fumacê não resolverá o problema. Já a atitude da população sim. Cuidar dos quintais é a solução. Vamos todos fazer nossa parte!”, segundo informou o município.”, revoltou alguns moradores, pois a esperança era a chegada do fumacê.

Em contato com o Policial Web, o deputado estadual Marcel Henrique Micheletto, relatou que estará esta semana na capital, onde vai reforçar novamente o pedido do fumaçe.

Segundo o Ministério da Saúde, o município que decreta calamidade pública, pode utilizar a verba para a aquisição de equipamentos e a manutenção no combate, tanto a dengue, quanto no Covid-19.

O velório, bem como sepultamento ainda não foi divulgado pela família.

Matéria relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply