Após denúncias, PM apreende vários pinos de cocaína em Jesuítas

Jesuítas – Após denúncias repassadas via 181, policiais militares do 19º BPM, iniciaram monitoramento no local, no intuito de averiguar a existência de tráfico de drogas na residência. Após monitoramento, foi percebida intensa movimentação de pessoas, característica de tráfico de drogas, onde pessoas entravam e rapidamente saiam da residência, em momento considerado oportuno.

Foi abordado um homem, sendo localizado com ele um pino de substância análoga a cocaína e perguntado a ele sobre a origem da droga, confirmou ser adquirida na residência denunciada.

Diante disso, foi realizada a abordagem dos ocupantes da residência, sendo duas mulheres, identificadas posteriormente, que no momento da abordagem uma delas correu para o interior da residência e dispensou algo dentro do vaso sanitário, sendo ouvido o barulho da descarga do banheiro.

Em revista pessoal a mesma deixou cair de sua roupa um pino de cocaína. Foram ainda abordados na residência dois adolescentes, sendo identificados. Na casa encontrava-se também uma criança, filho de uma das envolvidas.

Diante da presença da criança e adolescentes no local, foi entrado em contato com o conselho tutelar responsável, onde se fizeram presentes, que cuidaram dos assuntos pertinentes e após o recebimento de informações de que o primeiro abordado armazenava em sua residência materiais para embalagem das drogas, foi entrado em contato com sua mãe, a qual compareceu ao local da abordagem inicial, tendo essa autorizado a busca em sua residência, onde foi localizado a quantia de 720 pinos para embalagem da cocaína, ainda vazios, sendo 694 unidades do mesmo modelo do encontrado na primeira residência e mais 26 unidades de outro modelo um pouco maior.

Diante de todos os elementos preexistentes, da movimentação observada e da localização da quantidade de droga, além de R$ 252,00 em espécie, as duas mulheres e o homem foram encaminhados para o destacamento da Polícia Militar de Jesuítas e posteriormente a delegacia de Polícia Civil em Formosa do Oeste, para os procedimentos cabíveis.

No local também havia um relógio de cor prata, que não souberam precisar a origem, sendo também encaminhado.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply