Homem liga para a PM por furto e é encaminhado para a delegacia por estupro em Assis

Assis Chateaubriand – O fato aconteceu por volta das 17h00 desta quarta-feira (26), na Avenida Tupãssi, proximidades de um deposito de materiais para construção, no Jardim América, sendo que a vítima, moradora da Rua 14 Biz, ligou para a PM, falando que três jovens furtaram sua carteira e o agrediram com o auxílio de um cabo de vassoura, sendo que continha em sua carteira, a quantia de R$ 6,00 e após o furto tomaram rumo ignorado.

Os autores seriam duas meninas e um menino, sendo que estavam com uma bicicleta de cor roxa e outra de cor vermelha, sendo realizado rondas por arredores do ocorrido para localizar os jovens, não obtendo êxito.

Já por volta das 18h00, enquanto a equipe realizava a confecção boletim de ocorrência, chegou a 3ª Cia, três jovens sendo duas meninas e um menino e estavam com uma bicicleta de cor roxa e outra de cor vermelha, identificados, tendo entre 13 e 15 anos, relatando que um homem estava trafegando na ciclovia próximo a Praça das Américas, quando aproximou-se das adolescentes, deu duas apalpadas na bunda de uma delas, sendo que a mesma o indagou sobre que ele tinha feito, momento em que o autor se irritou e tentou desferir um soco no adolescente, más este se desequilibrou e caiu.

Em seguida levantou-se e desferiu outro soco no menino, acertando na região da boca causando lesão na parte interna da boca, após isso conseguiram se livrar do autor, momento em que localizaram um cabo de vassoura e tentaram golpeá-lo, mas, não obtiveram êxito e este se evadiu do local os ameaçando que iria pegá-los.

Após o fato, há algumas quadras um indivíduo que não conhecem com um veículo cercaram os três adolescentes e em posse de uma faca os ameaçaram, dizendo; “cadê a carteira do veinho”, diante da ameaça fugiram e deslocaram até a Polícia Militar.

A equipe diante das informações e divergências citadas entre as partes ouvidas, foi deslocado até a residência do autor e o conduziu até a sede da 3ª Cia, local onde relatou que pode ser que tenha esbarrado na adolescente quando passou por eles, mas confirmando a versão de ter sido furtado.

Diante dos fatos foram acionados os Conselheiros Tutelar, onde compareceram no local e acompanharam o processo de lavratura do boletim de ocorrência, conforme os relatos dos adolescentes foram atribuídos ao acusado o Art. 215-A do CP, praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro.

Em seguida todos foram encaminhados a 48ª DRP para procedimento de Polícia judiciária.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply