DH fala sobre a prisão de suspeito de matar mulher na Vila Cajati em Cascavel

Cascavel – O assassinato de Andressa Brito de Souza, de 27 anos, registrado na semana passada, pode estar próximo de um desfecho.

Em coletiva à imprensa na manhã desta quarta-feira (19), a delegada Raíssa Scariot falou sobre a prisão de um suspeito nesta manhã no interior de Cascavel, no distrito de São João.
Não foram dados muitos detalhes sobre a investigação, mas o que se sabe, segundo a delegada, é que autor e vítima eram possíveis conhecidos. Andressa foi estuprada e brutalmente assassinada com golpes de uma arma branca em casa, na comunidade do Cajati, a cerca de 10 quilômetros de onde o suposto autor do estupro e da morte foi preso, mas as investigações apontam que ela já tinha morado no distrito de São João. “Como é um local pequeno, é muito provável que os dois se conheciam”, destacou.

Não há indícios, por enquanto divulgados, de que eles tivessem algum tipo de proximidade, também não foi informado se o crime pode ter sido premeditado, condições que seguem sendo investigadas.
Segundo a delegada, o mandado de prisão cumprido nesta manhã foi expedido na noite de terça-feira, mas o suspeito que não resistiu à prisão ainda não foi ouvido. Ele e algumas testemunhas aguardavam para ser ouvidos nesta manhã na sede da 15ª Subdivisão Policial de Cascavel.

  Além da morte de Andressa, o autor poderá responder por tentativa de homicídio do filho da vítima, um menino de apenas 10 anos encontrado já em processo de sufocamento debaixo dos cobertores. Não há evidências que a mãe tenha colocado a criança ali no intuito de protegê-la do agressor.
Ainda não se sabe se o suspeito subtraiu algum objeto de dentro da residência onde Andressa morava. A DH não confirmou o roubo de um celular da vítima e disse acreditar que o carro que o autor tentou levar poderia ser usado apenas para uma fuga.
A DH tem dez dias, desde a data dos fatos, para concluir o inquérito, condição que deve ser firmada até o fim desta semana.Via: RedaçãoJuliet Manfrin- Foto: Aílton Santos /P24

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply