Túmulo de homem assassinado é violado em Juranda e caixão incendiado

Juranda – O túmulo de Michel Lopes de Oliveira, 30, mais conhecido como “Paraibinha”, morto a facadas no sábado (8), em Umuarama, foi violado no cemitério de Juranda e pessoas colocaram fogo no caixão na madrugada desta quarta-feira, 12.

As pessoas colocaram gasolina para incendiar o caixão, sendo que as chamas chegaram a atingir o corpo de Paraibinha.

O caixão incendiado foi encontrado por volta das 8 horas, por duas mulheres que faziam a limpeza de túmulos de parentes e perceberam fumaça em uma das sepulturas e comunicaram servidores da Pefeitura, que foram até o local.

A ação criminosa teria acontecido por volta das três horas da madrugada e o caso será investigado pela Polícia Civil de Ubiratã.

Paraibinha foi morto com pelo menos 20 facadas no sábado (8), em Umuarama. Oliveira teria discutido com duas pessoas que prestaram serviços a ele e que também são moradores de Juranda.

Os envolvidos não teriam chegado a um acordo sobre o pagamento dos serviços prestados pelos funcionários em obras realizadas no ferro-velho da vítima e também na casa de um familiar seu.

Ele foi morto com 20 facadas. Os dois suspeitos do crime estão presos. Fonte: Goio News/Tribuna do Interior.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply