Pai da jovem que morreu em acidente na 163, desabafa para nossa reportagem

Toledo – Damião, pai de Ketti Cristina Scherer de 27 anos, contou a nossa reportagem sobre a dor e sofrimento da perca da filha, bem como, a situação em que passou do atendimento no IML de Toledo.

A jovem faleceu em um acidente no final da tarde desta terça-feira (04), na rodovia BR 163, que liga Toledo a Marechal Cândido Rondon, no trecho entre o distrito Dois Irmãos e a cidade de Quatro Pontes.

Ela era ocupante de um GM Vectra, que foi atingido por um caminhão, não resistiu e faleceu. O corpo foi recolhido e levado ao IML.

Lá no IML, segundo o pai, o corpo chegou as 21h00 e só foi liberado no período da manhã, por conta de uma nova norma do IML, que atende das 08h00 as 20h00, passado disso, não será realizado exames e atendimentos.

Confira na integra, o depoimento do pai a nossa reportagem:

“Isso está uma vergonha, porquê o IML do Estado do Paraná, um estado igual o nosso, diz que é do estado, uma cidade igual a nossa, Toledo, município pujante, ficar fechado o IML das 8 da noite, até as 8 da manhã, gente, será que essa pessoa que assinou essa portaria, ele não tem filha, não tem filho, não tem mãe, não tem coração, não tem sentimento, isso é uma vergonha, nós pagamos nossos impostos, nós votamos e somos atendidos desta maneira. Quer dizer, nem atendido porquê não atende, é fechado. A minha filha ficou lá, ontem (04), chegou as 9 horas da noite, tudo escuro, sem ninguém, porquê fecha as 08h e até hoje (05), as 08 da manhã, abandonada lá, jogada lá e nós no maior sofrimento com a família. Passamos a noite em claro, querendo estar com a meu filho no velório e infelizmente por causa dessa portaria, desse absurdo, a gente ficou sofrendo, com esse descaso, com essa pouca vergonha”, finalizou Damião.

Em contato com o deputado José Carlos Schiavinato, este atendeu prontamente a reportagem e disse que mandou um ofício, solicitando providências e para saber quem esta no comando e o porquê dessa norma.

O deputado ainda afirmou que, encaminhou também ao secretário de segurança pública.

Enquanto isso, famílias vão ter que sofrer mais ainda, não só pela situação, mas pela falta de desrespeito com o próximo.

Confira o oficio a baixo.

Ofício n.º 0235/2020                                   Brasília – DF, 05 de fevereiro 2020.

Assunto: Solicita a revogação da Ordem de Serviço nº 01/2020 da Polícia Científica do Paraná – Instituto Médico Legal que determina o horário para a realização de necropsias e plantões dos auxiliares de necropsia (08h00 às 20h00).

Excelentíssimo Senhor Secretário,

Com os meus cordiais e respeitosos cumprimentos, venho nesta oportunidade solicitar os vossos bons préstimos no sentido de determinar a REVOGAÇÃO da decisão exarada pela Diretoria do Instituto Médico Legal do Paraná (Ordem de Serviço nº 01/2020) no que se refere ao horário para a realização de necropsias.

A partir do teor da decisão, que segue em cópia, a realização de necropsias somente seria realizada no período de 08h00 até às 20h00 nas sedes de Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ivaiporã, Jacarezinho, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Toledo, Umuarama e União da Vitória.

Ainda, determina que os plantões dos auxiliares de necropsia das sedes de Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ivaiporã, Jacarezinho, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Toledo, Umuarama e União da Vitória seja também das 08h00 às 20h00. Somente os plantões dos auxiliares de perícia seriam mantidos durante as 24 horas do dia.

Considerando a realidade fática em que as famílias dos entes falecidos se encontram quando necessitam do serviço de perícia e necropsia, vossa excelência há de convir que seria muito traumático se tivessem de esperar até o momento do funcionamento do Instituto Médico Legal.

Desta forma, frisamos pela revogação da medida, para que os serviços de necropsia e perícia sejam disponibilizados 24 horas como são praticados atualmente.

Agradeço a atenção atribuída ao pleito e renovo os protestos de estima e consideração, bem como o compromisso de continuar trabalhando em prol do desenvolvimento do Estado do Paraná,

José Carlos Schiavinato

Deputado Federal

Ao Exmo. Senhor

GUTO SILVA

Secretário Chefe da Casa Civil do Estado do Paraná

PALÁCIO IGUAÇU – PR

Matéria relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply