Moça que teve 80% do corpo queimado em Umuarama é transferida para hospital especializado

Umuarama – Deborah Reis, 28, foi transferida nesta manhã de quinta-feira (02) do Cemil, em Umuarama, para o Hospital Universitário de Londrina, que tem ala especializada em queimados. A mulher teve 75% do corpo queimado após um incêndio criminoso provocado na casa em que ela estava, em Umuarama. Débora teve o corpo queimado e a autora do crime é uma adolescente de 17 anos, que foi apreendida e levada para o Centro Socioeducativo (Cense). Após cinco dias internada em Umuarama a paciente foi encaminhada por uma equipe do Samu até o helicóptero do governo do Estado e então transferida para o hospital referência, em Londrina, de acordo com informações do Cemil.

O crime aconteceu depois que Deborah e a adolescente discutiram, dias antes, por problemas pessoais. Extraoficialmente circula a informação de que havia algum tipo de ciúmes entre as envolvidas, mas a Polícia Civil (PC), que investiga o caso, não confirma nada disso.

O caso

A Polícia Civil investiga um incêndio que provocou queimaduras em cerca de 80% do corpo de uma mulher de 28 anos, na manhã de domingo (29), em Umuarama. A suspeita de ter ateado fogo na casa da vítima se apresentou para a Polícia Militar e foi apreendida. Ela tem 17 anos e foi encaminhada posteriormente para o Centro Socioeducativo (Cense). De acordo com o delegado Thiago Soares, as duas envolvidas eram amigas e o incêndio aconteceu após uma discussão entre ambas, que moravam na mesma casa.

“Em depoimento, a acusada disse que elas andavam discutindo há dias, por motivos pessoais. No dia, elas brigaram novamente e a adolescente afirmou que jogou gasolina em um dos cômodos da casa em que a vítima estava e depois acendeu um fósforo por debaixo da porta. Mas a menina disse que a intenção não era causar ferimentos graves no corpo da vítima, apenas prejuízos financeiros”, ressalta o delegado Thiago.

Conforme o delegado, nenhuma das duas possui passagem criminal. Uma testemunha, que estava no local no momento em que o imóvel foi incendiado, prestou depoimento e depois foi liberada, pois não havia indícios de que ela teria participação no crime. A adolescente foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio qualificado.

Assim que a garota colocou fogo no imóvel, as chamas se espalharam rapidamente e foi então que a vítima teve aproximadamente 80% do corpo queimado. O Corpo de Bombeiros conseguiu retirar a mulher da casa e ela foi conduzida pelo Samu para o hospital Cemil, onde permanece internada na manhã desta segunda-feira (30).

O delegado Thiago também ressalta que a jovem aparentava um certo constrangimento e arrependimento pelo crime cometido. A Polícia Civil continua investigando o fato. 

Fonte: O Bemdito

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply