Negociadores de Curitiba vem para negociar com sequestrador em Cafelândia

Colaboração: Genésio Roecher

Cafelândia – Já dura várias horas o sequestro de um menino de 12 anos e uma menina de 14 anos, que teve inicio na tarde desta segunda-feira (02), na Rua Elizabete Pereira, no Bairro Benjamin Antônio Motter em Cafelândia.

Colaboração: Genésio Roecher

O sequestrador que é padrasto, ainda faz as vitimas de refém, sendo que ameaçou quase a policia entrar na residência, ele tira a vida dos dois.

A situação tensa, preocupa não só a família, amigos, vizinhos, mas como os moradores de Cafelândia.

O elemento trabalha em uma chapeacão de Cafelândia, não teria ido trabalhar, o que preocupou o patrão do mesmo, este ligou para a esposa do autor que estava no trabalho e relatou que este poderia estar em casa.

A mulher preocupada ligou para ele e este falou que estava trancado em casa e que não iria deixar ninguém sair do imóvel.

Após o fato, policiais militares de Cafelândia, Nova Aurora e outros destacamentos pertencentes a 3ª CIA com sede em Assis Chateaubriand, foram ao local, sendo que por quase uma hora tentaram negociar, mas sem êxito.

Colaboração: Genésio Roecher

Policiais militares do CHOQUE de Cascavel, chefe do CPU de Toledo também foram ao local.

A mãe das crianças, também tenta negociar com o mesmo, pelo lado de fora.

O homem está em posse de uma faca, segundo informações.

Como a situação se agravou, uma equipe de negociadores de Curitiba do BOPE foi acionada e está a caminho de Cafelândia, para tentar acabar com a angustia de todos e assim, tentar resolver de uma forma mais simples, para libertar as crianças.

Colaboração: Genésio Roecher

Outras informações, dão conta que o homem tem problemas psiquiátricos, sendo que já em outras oportunidades foi internado por alcoolismo, mas, sempre teve recaídas. No inicio desta noite, um grupo de moradores realizaram momentos de oração.

Policiais militares passaram algumas informações a imprensa. Segundo o major da PM, disse que os adolescentes estão com as mãos amarradas e sendo constantemente ameaçados com uma faca. Ele disse ainda que Ezequiel demonstra altos e baixos de humor, e nesse momento aproveitam para negociar, mas ele está irredutível. Uma equipe do BOPE de Curitiba segue ao aeroporto de Cascavel e na sequência deslocam a Cafelândia.

Matéria relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Deixar uma resposta