Autor suspeito de latrocínio em Brasilândia do Sul entra em confronto com a PM e é baleado

Brasilândia do Sul – Após o fato lamentável que ocorreu em Brasilândia do Sul, onde José Venancio foi morto por um bandido no inicio da manhã desta quarta-feira (20), diligencias das equipes da PM percorreram por vários trechos de Brasilândia do Sul, vindo a localizar o suspeito de ter matado a vítima.

Segundo informações, ao dar voz de abordagem ao elemento, este efetuou disparos de arma de fogo contra os policiais, sendo que as equipes ao se defenderem da agressão, efetuaram disparos também, vindo a atingir o mesmo.

Este estava de posse de colete balístico, o mesmo que pode ter sido utilizado no latrocínio.

O criminoso conhecido como Colombiano, segundo a Polícia Civil é de alta periculosidade, há vários mandados de prisão por diversos crimes contra o mesmo.

O caso continua sendo investigado pela polícia.

Ontem ainda no final desta tarde (20), policiais civis prenderam o quarto elemento suspeito de latrocínio no interior de Brasilândia do Sul.

No período da manha e tarde, um cerco policial foi montado na região, sendo que no Jardim Progresso, Rua Espirito Santo, em Assis Chateaubriand, outros três suspeitos foram detidos e encaminhados para a Polícia Civil, para que o crime seja esclarecido.

O motivo das equipes policiais terem chegado até os suspeitos, foi o celular do criminoso que ficou no chão, após a fuga do elemento.

foram realizadas algumas incursões em residências dos envolvidos os quais tinham mantido conversa com o autor do latrocínio algumas horas antes via aplicativo whatsapp. Sendo que foi diligenciada a residência de uma pessoa conhecida na Rua Espírito Santo, porém nada foi constatado nos locais.

A conversa que o autor do latrocínio manteve com uma mulher, outro individuo, chamando-o através da mulher, para acompanha-lo na prática do roubo. Essa conversa foi confirmada pelo abordado, sendo que este disse ter recusado o convite.

Na residência da mulher, não havia ninguém, sendo que a sogra da mesma, acompanhou a equipe nas buscas, juntamente com um vizinho.

O autor  do latrocínio é um homem de 35 anos de idade, foragido da Penitenciária da cidade de Cruzeiro do Oeste, sendo que há em desfavor do mesmo, 04 mandados de Prisão, pela prática de roubo, furto, entre outros crimes. Há informações que desde o mês de agosto de 2019, O criminoso estava morando em Assis Chateaubriand e, que veio para esta cidade com intuito de praticar roubos na região.

Em diligências, por volta das 13h20, à Policia Militar recebeu informação anônima dando conta que a pessoa de um indivíduo que reside na Avenida Guanabara, no Jardim Progresso, ao ver movimentação de viaturas havia escondido uma arma de fogo em sua residência, ocasião em que as equipes deslocaram rapidamente ao local, onde constatou que janelas da casa estavam abertas, porém, não havia ninguém no local, que pela janela deu para ver um revolver no chão, que após pegá-lo foi constatado que se tratava de um revolver cal. 0.38, carregado com seis cartuchos com as espoletas percutidas e mais e, mais dois cartuchos intactos, sendo que posteriormente foi identificado o nome do responsável pela casa, que é o mesmo que o denunciante havia passado.

O revólver foi encaminhado para a Polícia Civil de Alto Piquiri para diligenciar no sentido de analisar se esta arma tem alguma relação com o crime de latrocínio.

O crime:

Era por volta das 07h00 desta quarta-feira (20), um crime que até então está sendo tratado como latrocínio, foi registrado no interior de Brasilândia do Sul.

De acordo com informações, um elemento chegou a propriedade rural do senhor José Venancio de 60 anos, se identificou para o filho da vítima como policial, estava inclusive de colete balístico.

Pouco tempo depois, este falso policial pediu para o senhor José que era para ele entregar a arma de uso pessoal, sendo assim a vítima entregou.

Após perceber que poderia ser um assalto, o homem entrou em luta corporal com o assaltante, momento em que o elemento efetuou um disparo de arma de fogo contra a cabeça do mesmo.

O filho vendo a situação entrou em luta corporal também com o marginal, sendo que depois de muita luta, o bandido fugiu levando tanto a arma de fogo dele, quanto a da vítima, sendo um revólver calibre 38 tomando rumo ignorado.

O corpo do senhor José, foi recolhido e encaminhado ao IML de Umuarama.

O quarto elemento que praticou o crime, ainda não foi encontrado.

Matéria relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply