Após confusão um esfaqueado e outro baleado em Maripá

Maripá – Por volta das 01h50 deste domingo (17), policiais militares de Maripá, deslocaram no Bairro Araucária, conforme informações uma GM S10, com placas do Paraguai, posterior identificada, havia adentrado o bairro em alta velocidade, sendo seguida por uma I Chev Tracker, que a S/10 veio a colidir contra um muro, causando problemas mecânicos, que o condutor saiu pela janela em disparada.

No local os vizinhos relataram que o proprietário da S10 estava como passageiro da I Chev Tracker e que alegou ter sido vítima de roubo, estava ferido na face por disparos de arma de fogo, e logo saiu do local deixando seu veículo trancado.

Já por volta das 02h40, a equipe recebeu a informações da equipe PM de Palotina, de que havia dado entrada no hospital municipal de Palotina um senhor, sem documentação, de nacionalidade paraguaia, o qual se identificou como sendo o proprietário da GM S10, e relatou que após uma discussão em uma tabacaria, em Maripá, foi vítima de disparo de arma de fogo na face e em seguida seus agressores adentraram seu veículo e saíram rumo ignorado, que posterior foi até a casa de sua namorada, embarcando no veículo da mesma e encontrando seu veículo, dando então início a perseguição que terminou na rua das acácias.

Em Maripá, em contato com a suposta namorada, a mesma confirmou o fato. Por volta das 03h30, outra ligação da UBS de Maripá, dando conta que havia dado entrada um cidadão vítima de ferimento por arma branca, que no local em contato com cidadão, portando a cédula de identidade de estrangeiro, este relatou que estava com a vítima do disparo no momento da discussão, porém, não sabe relatar o que motivou a briga, que um cidadão já conhecido no meio policial, autointitulado membro da facção criminosa o PCC (primeiro comando da capital), o qual estava acompanhado de um grupo de aproximadamente 10 pessoas, sacou uma arma de fogo e a uma curta distância efetuou o disparo atingindo a face da vítima.

Em ato contínuo, a vítima de arma branca segurou a arma evitando mais disparo, que neste momento o “bando” que estava ao lado do autor do disparo, passou a agredi-lo e deixou o mesmo com ferimento no tórax e ombro, que usaram um facão na ação, que tomaram novamente a arma, subtraíram a caminhonete e se evadiram.

Foi feito patrulhamento pela cidade no intuito de encontrar os envolvidos, porém sem êxito. A tabacaria, local aonde vem sendo alvo constante de denúncias que dão conta ser ponto de comercialização de drogas, sendo a PM, estava fechada, possivelmente devido o ocorrido, não sendo possível buscar mais detalhes com os responsáveis pelo local.

Por volta das 09h00, um senhor compareceu no destacamento de Maripá, informando que seu filho, estava envolvido na situação, pois chegou na casa com ferimentos leves de faca, que não soube informar ao certo qual a participação, o mesmo foi orientado. A namorada da vítima se responsabilizou em buscar a S10 com guincho ao amanhecer, em contato com o plantonista da Polícia Civil, este entendeu que o veículo, de fato, poderia ser entregue, assim como foi, a mesma.

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply