Após seis meses da tentativa de homicídio réu é condenado a mais de 9 anos em júri popular

Assis Chateaubriand – Danilo Sutil Alves foi condenado nesta quarta-feira (23), a nove anos e quatro meses de reclusão, após júri popular em Assis Chateaubriand. A sessão foi iniciada as 09h e seguiu até próximo às 16h, quando a juíza Fernanda Monteiro Sanches anunciou o veredicto, após o conselho de sentença se reunir em sala secreta para votação dos quesitos.

Ele  foi condenado por tentar contra a vida de Alisson dos Santos de 20 anos. A tentativa de homicídio ocorreu na Rua Paraguai nas proximidades do Albergue, no dia 26 de março do corrente ano. Conforme o que foi revelado réu e vitima acabaram se desentendendo após uma situação de furto de celular.

Atuou na acusação o promotor Igor Rabel Corso que está chegando à Comarca de Assis Chateaubriand, segundo o promotor a denúncia imputava ao réu duas qualificadoras, homicídio tentado por motivo fútil decorrente do furto de um celular anterior praticado pelo autor das facadas e também o recurso que impossibilitou a defesa da vitima uma vez que foi acertada pelas costas com três facadas no momento em que iria pular o muro da casa. “Hoje realizado os debates e o réu foi condenado. Todas as teses foram acolhidas pelo conselho de sentença e acreditamos que a justiça foi feita pela gravidade do caso pela maneira que a vitima tentava fugir quando foi atingida nas costas”, disse o promotor.

Ana Flávia Lulu atuou na defesa do réu e informou ser o seu primeiro júri e após os devidos prazos irá apelar ao Tribunal de Justiça tentando assim diminuir a pena do réu.

Fonte: Érico Malvezi/Vale Verde FM

Matéria Relacionada

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply