Carro que pegou fogo em Formosa do Oeste era de homem que dirigia embriagado

O incêndio foi por volta das 17h41 deste domingo (10), policiais militares, receberam ligação anônima de uma passageira de um ônibus, a pedido do motorista, devido a um indivíduo conduzindo veiculo VW Santana, cor cinza, na PR 317, de Jesuítas em direção da Formosa Do Oeste, possivelmente embriagado, conduzindo na contramão, em ziguezague e também atrapalhando nas ultrapassagens, pondo em risco os demais condutores da via. A equipe em deslocamento até a rodovia, avistou o referido veículo entrando na Avenida Rondon, pelo trevo saída para jesuítas, até que acessou o pátio do posto de gasolina BCA, sendo que tomou rumo a Avenida Belo Horizonte, onde trafegou pela contramão de direção e aumentou a velocidade, sendo realizado acompanhamento tático, até a Rua Belém.

Dada voz de abordagem, aos dois indivíduos, Condutor F. F. S., e passageiro D. S. P., nada de ilícito encontrado na revista pessoal, em consulta ao sistema, sem alerta no veículo, porém apresentava débitos e bloqueio junto ao DETRAN, com débitos entre licenciamento, seguro obrigatório e multas, totalizando o valor de R$ 303,03. No condutor, além de estar com a permissão para dirigir, vencida a mais de 30 dias,  foi constatado sinais de embriaguez, apresentando andar cambaleante, olhos avermelhados, odor etílico e fala embaralhada, sendo que F. também confessou que havia ingerido bebida alcoólica.

Foi conduzido no camburão para realizar o teste do etilômetro, não foi necessário uso de algemas. O passageiro foi liberado no local, porém ao pegar seus pertences no carro, o mesmo mexeu em um fio em baixo do volante, ao ser indagado o que havia feito, respondeu que desligou o fio da ventoinha, a equipe indagou como estavam conduzindo o veículo, pois seria apreendido, então respondeu que teria que religar os fios. Por não possuir guincho terceirizado disponível na cidade, apenas em Jesuítas, a equipe decidiu por recolher o veículo conduzindo o mesmo.

No caminho para a delegacia, cerca de 200 metros após o local da abordagem na Avenida Rondon, esquina com Avenida Belo Horizonte, o veículo veio a incendiar abaixo do capô, foi desligado de imediato, e utilizado extintores do posto de gasolina Bca, e também de veículos que passavam pela via, porém não foi suficiente para conter as chamas, e também tentado entrar em contato com o caminhão pipa da prefeitura, através do vice prefeito de Formosa do Oeste, porém sem êxito. Na seqüência, acionado a defesa civil de Assis Chateaubriand, mostramos o local para L. P. C., porém o veículo já estava tomado pelo fogo, que após conterem o incêndio sobrou apenas o chassi e rodas. O exame do etilômetro foi realizado no Destacamento de Jesuítas, às 19hr19min, que constou resultado 0,61 mg/l. O indivíduo foi encaminhado, para delegacia de Formosa do Oeste, pelo crime de embriaguez ao volante, Artigo 306 do CTB, entregue ao investigador de plantão da Policia Civil, e seus objetos pessoais, um celular Marca Samsung, cor branca, um carregador de celular Samsung branco, carteira com documentos pessoais, juntamente com o veículo, que foi recolhido pelo guincho Jesuítas, além de serem confeccionadas as notificações de trânsito.

Ainda segundo a PM, a pessoa de F., saiu do camburão da viatura no momento em que a equipe foi retirar os cones, para sinalizar a via, e que ele foi na direção do veículo dizendo que era só retirar a bateria que cessava o fogo, bem como o mesmo tentou a abrir o capô do veículo, não sendo possível devido a temperatura, sendo que por várias vezes foi orientado a não fazer os seguintes atos, mesmo assim disse repetidas vezes que era só retirar a bateria. Questionado que se tinha algo de valor do carro ou algum objeto que queria retirar do veículo, ele disse que não. 

Compartilhar:

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply